sábado, 6 de novembro de 2010

A Mulher de Oyá ( continuação)

...Se bem casada, será uma ótima esposa, leva à sério suas responsabilidades no lar, é boa dona de casa, muito dedicada aos filhos. Apesar de exigente com os filhos, é muito afetiva, e transmite á eles muita sabedoria. Com o marido, a filha de Yansã é ciumenta, entrega-se de coração e adora-o acima de tudo, ela é capaz de conhecer seu homem, qualidades e defeitos que ele tem. É capaz de falar com franqueza o que pensa dele, sendo pouco diplomática. No entanto ela jamais permitirá que outras pessoas o critiquem , reagindo violentamente à qualquer comentário que o diminua. O trabalho fora de casa é interessante para uma filha de Yansã, ela é por natureza, uma mulher de negócios; com habilidades pra lidar com dinheiro. As atividades ligadas a decoração e artesanato podem lhe trazer sucesso. Deve evitar sociedade, preferindo fazer tudo sozinha; deve pagar um bom empregado do que ter um sócio; veja bem: empregado, e não empregada, pois tem mais facilidade de lidar com o sexo masculino. Viagens de passeios e negócios serão frequentes na vida dessa filha, tem facilidade pra aprender línguas e costumes estrangeiros; o trabalho com produtos importados sempre é vantajoso. Não existe segredos...embora seja investigadora e curiosa é mais comum que suas descobertas sejam feitas a partir de um lampejo , uma idéia, depois é só conferir.
Se deixara levar pelo misticismo. Começará lendo livros de todos os tipos, até que chegue algum que fale sobre vidas passadas. A viuvez, as separações e as heranças são presentes na vida das filhas de Oyá, são uma forma de ligá-la à sua Orixá, pois a morte e a regeneração são uma constante no destino de Oyá.
Quando estão infelizes, tem tendência a dormir demais. Uma vida movimentada e muito amor são suficientes para fazer essa mulher feliz. Para presentear uma filha de Oyá Yansã, não é difícil, ela gosta de adornos vistosos, pretos ou vermelhos, pulseiras finas e douradas, que fazem barulho, perfumes marcantes com toque amadeirado ou almíscar.

3 comentários:

Maíra disse...

OI Luna eu sou filha de Oyá depois de ter cido dada pra outros orixas ela se revelou minha mãe, fikei mt entusiasmada com seus textos de perssonalidades . Eu me vi em sua descrições.Atualize com prequencia seu blog pois eu passarei a ser uma seguidora fiel rsrs . Obrigada Maíra

Cátia disse...

Adorei!
Ainda me pasmo, como a personalidade da filha, é tão próxima a características do orixá!

Elaine Cristina Silva disse...

Olá Luna.
Sou filha de Oya, tem tudo a ver comigo, enxergar o caráter da pessoa pelo olho e ainda tem uam baiana q diz q é ela que põe as coisas nos meus olhos. Tá certo q filha de oyá tem mais facilidade de lidar com os homens até mulher do plaon espiritual gosta de aborrecer uma filha de iansã.